quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Stress afecta a Saúde














No dia a dia todos ( e digo mesmo todos) estamos sujeitos aos mais diversos tipos de stress, desde o stress na agitação do trânsito, horários para cumprir, stress no trabalho, telefonemas, preocupações, provocações, as mais variadas.

Todos nós temos situações de stress e os sintomas são facilmente percebidos por nós, contudo diferentes pessoas reagem de formas diferentes e existem diferentes graus de sensibilidade ao stress.


Segundo a Organização Mundial de Saúde o stress atinge o sistema imunitário e pode originar doenças como cancro, diabetes, depressão, hipertensão, asma, psoríase entre mais.

“Quanto mais tempo se vive sob o efeito do stress, maior será a quantidade de adrenalina e cortisol liberadas pelo organismo”, referiu Dolores Pardini do Departamento de Endocrinologia Feminina e Andrologia da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

A adrenalina, cuja função é bloquear o sangue em vários órgãos e enviá-lo aos músculos para fugirmos das ameaças, pode levar à hipertensão quando produzida excessivamente. 
Por seu turno o excesso de cortisol, hormona que libera açúcar na corrente sanguínea para servir de energia durante a fuga, pode até causar para diabetes em pessoas predispostas à doença.



Cancro :

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Yale, nos Estados Unidos, e publicado na revista Nature, o stress seria capaz de emitir sinais para que as células desenvolvam tumores.


Problemas cardíacos :

Um  estudo realizado com funcionários públicos em Londres e publicado na revista científica European Heart Journal, avaliou que pessoas com idade abaixo de 50 anos e portadores de stress crónico tinham 68% mais chances de sofrer com doenças cardíacas quando comparados aos funcionários que laboravam em ambiente livre de stress.



Dicas:

Aprenda a relaxar, meditar.

Faça exercício físico. Durante exercício físico os níveis de cortisol diminuem. O cérebro irá produzir endorfinas, que proporcionam calma e sensação de bem estar.

O exercício físico também induz à libertação de outras substâncias no cérebro, chamadas de neurotransmissores, como a serotonina e a dopamina, auxiliando na redução do stress e da ansiedade.

Tenha uma alimentação equilibrada, certos açúcares e gorduras em doces e alimentos fast-food além de influenciarem a nossa saúde influenciam o humor. Açúcar em excesso afecta o equilíbrio emocional, afecta a transmissão neurológica.

Aprenda a ver o lado positivo das situações.


Estabeleça prioridades na vida.

Aprenda a dizer «Não», elimine compromissos desnecessários.

Escolha bem as amizades e quem o rodeia, tenha cuidado com pessoas negativas e muito críticas, que estão sempre tentando derrubá-lo(a).

Sem comentários: